1528704393_484785_1528704627_noticia_normal

Prevenção do câncer de Próstata

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. 

Na fase inicial, quase não tem sintomas. Em 95% dos casos, eles aparecem em estágio avançado. Por isso recomenda-se que homens a partir de 50 anos devem procurar um profissional especializado para uma avaliação individualizada. Aqueles da raça negra ou com parentes de primeiro grau com câncer de próstata devem começar aos 45 anos”, alerta o especialista.

Os exames preventivos frequentes são fundamentais para que a doença não seja descoberta em estado avançado e o screening deve ser discutido amplamente com o paciente. Um desses exames é o toque retal. O exame é rápido e indica se a próstata apresenta algum tipo de alteração.

Caso a alteração seja detectada, o médico pode solicitar outros exames para confirmar o diagnóstico, como o PSA (Antígeno Prostático Específico), o ultrassom transretal e a biópsia da glândula, que consiste na retirada de fragmentos da próstata para análise. Só então é feito o diagnóstico.

O câncer de próstata não pode ser prevenido, mas há 90% de chances de cura quando diagnosticado precocemente, além da mudança de hábitos que também contribui para a prevenção.

Dr. Tairone Campodell’Orto de AguiarUrologista da Blues.

Leita também:

O que deseja encontrar?

Compartilhe

© Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.